english espanol francais deutsch italiano portugues


fundadordecafh

space

santiagobovisio space
 
space

Página Inicial

Biografia

Ensinamentos

Cafh Hoje

 

space
<  3  > 

De 1948 até 1962, Dom Santiago trabalhou para estabelecer as bases do que Cafh é hoje em dia: uma organização espiritual com um Regulamento, um Método de Vida e um Cerimonial que dá a seus membros os meios para trabalhar espiritualmente e desenvolver seus estados de consciência. Os membros de Cafh se reúnem semanalmente em pequenos grupos para estudar, meditar, dialogar e se aprofundar na vida espiritual.

Dom Santiago fundou grupos de Cafh na Argentina, no Brasil, no Chile e na Venezuela. Durante sua vida, Cafh deixou de ser uma ordem secreta: ele abriu Comunidades e casas de Retiro, criou instituições e obras patrocinadas por Cafh que tornaram explícita sua existência. Além disso, Dom Santiago ensinou aos membros de Cafh a necessidade de oferecer a Mensagem de Renúncia à sociedade e de colocar Cafh à disposição de todos aqueles que desejassem desenvolver-se espiritualmente. Dom Santiago transmitiu a ensinança através de uma ampla variedade de escritos bem como através de Mensagens apresentadas cada ano na assembléia anual de Cafh.

Embora Dom Santiago tenha fundado Cafh inspirado na tradição das ordens esotéricas européias, desde o primeiro momento insistiu – e em 1937 escreveu no curso Desenvolvimento Espiritual – que a humanidade estava entrando em uma nova era, que grandes mudanças ocorreriam na sociedade e que se descobririam possibilidades jamais sonhadas. Com esta visão e o trabalho interior já realizado pelos membros de Cafh, na Mensagem de 1956, Dom Santiago ampliou o rumo do caminho místico – até então um caminho de introspecção e oração – rumo a um enfoque mais expansivo: um caminho que abraça a sociedade e a condição humana. Dom Santiago ensinou que a Participação com todas as almas é a essência do amor.
 
 
santiagobovisiofundadordecafh
 
A Mensagem de 1957 estimulou os membros de Cafh a realizar e transmitir a idéia da Renúncia e tornou mais explícito o significado da Participação, explicando seus dois aspectos: Participar é compartilhar com outros a riqueza espiritual que descobrimos através de nossa compreensão e experiências. Participação também significa aprender com o que encontramos de bom e aplicável nas novas idéias, e aprender com as descobertas que aparecem na sociedade.

A Mensagem de 1960 contextualizou a Mística do Coração, dizendo que tínhamos que sustentá-la sobre uma base rigorosa de conhecimento para poder avaliar nossas experiências interiores e nossas crenças com maior clareza, já que a avaliação que poderíamos fazer, baseando-nos somente em nossas experiências subjetivas, tende a priorizar nossas impressões de percepção acima dos fatos tal como ocorreram.


1  |  2  |  3  | 
próxima página
 


cafhorder

© 2008-2017 Cafh. Todos os direitos são reservados.
Cafh® é marca registrada.